O País – A verdade como notícia

Nyusi entrega 90 mil carteiras em Nampula e reafirma meta de 700 mil até 2019

O distrito de Monapo foi o ponto escolhido para a cerimónia oficial de entrega de 90 mil carteiras que serão distribuídas pelas escolas da província de Nampula que têm insuficiência daquele mobiliário. Com mais de um milhão, trezentos e cinquenta mil alunos, Nampula passa a ter um défice de 20% de carteiras, faltando 55 mil para ter todos os alunos a estudarem sentadas como mandam as regras de pedagogia.

A cerimónia foi dirigida pelo Presidente da República e testemunhada por milhares de alunos, para além dos ministros da Educação e Desenvolvimento Humano, Conceita Sortane e da Terra, Ambiente e Desenvolvimento Rural, Celso Correia – os dois pelouros que estão juntos na Iniciativa de Produção e Distribuição de Carteiras lançada em Novembro de 2017 na província de Tete.

"Volvidos sete meses, depois de passarmos por Manica e Gaza, voltamos a Nampula onde formalmente fazemos entrega à província de 90 mil carteiras que consolida a entrega de 166 mil carteiras a nível nacional, mas temos a consciência que ainda falta muito", destacou Filipe Nyusi.

O Governo definiu como meta produzir e entregar 700 mil carteiras até finais de 2019. Filipe Nyusi lembrou que estas carteiras que já foram entregues são resultado das reformas feitas no sector de florestas iniciadas em 2016 que permitiram a apreensão de mais de 100 mil metros cúbicos de madeira no ano passado, durante a chamada "Operação Tronco" no Centro e Norte do país.

"Como uma das formas de distribuição da nossa riqueza decidimos aplicar os recursos resultado das reformas no sector  florestal nos projectos de educação. O ser Humano é o nosso maior e principal capital", lembrou Nyusi, reforçando o compromisso de continuar a focar-se na criação de condições para o sector da Educação, através d construção de mais salas de aulas e capacitação dos professores.

Na sua mensagem, os alunos agradeceram o gesto do Governo e prometeram conservar as carteiras para que beneficiem a muito mais moçambicanos. "Faltam-nos palavras para manifestar a nossa satisfação, mas em resposta deste gesto do Governo nós alunos de Monapo comprometemo-nos a melhorar o nosso desempenho escolar e redobrarmos esforços na conservação deste mobiliário escolar".

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos