O País – A verdade como notícia

Nyusi diz ser tempo de deixar a Justiça trabalhar no caso das dívidas ocultas

A cerimónia de encerramento da sexta sessão do Comité Central da Frelimo começou com a leitura das moções de saudação ao partido, às organizações sociais e ao Governo.

Mas o pano veio a cair mesmo quando o presidente da Frelimo, Filipe Nyusi, tomou a palavra para fazer o discurso final, sem, no entanto, deixar de lado as responsabilidades que tem com o país.

Nyusi abordou a questão das dívidas e advertiu que não se deve usurpar as competências do poder judiciário.

E porque o Comité ia discutir a agenda do congresso, Filipe Nyusi faz o resumo das principais abordagens que vão nortear o evento de Setembro.

Filipe Nyusi falou ainda do Recenseamento Geral da População e Habitação que arranca já na terça-feira, exortando aos moçambicanos a aderirem ao processo.

Em jeito de balanço da sexta sessão do Comité Central da Frelimo, Nyusi disse que o partido saiu mais coeso. Esta é última sessão ordinária deste Comité Central da Frelimo, que vai cessar funções no 11º Congresso, marcado para finais de Setembro e princípio de Outubro.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos