O País – A verdade como notícia

Niassa vai vacinar mais de 1.376 mil animais contra doenças

O governo do Niassa pretende vacinar 1.376.831 animais de diferentes espécies contra doenças, durante a campanha lançada este sábado e decorre até Dezembro próximo, em todo o país.

A governadora do Niassa, Elina Judite Massengele, chamou atenção aos criadores e proprietários dos animais para que facilitem o processo de vacinação, de modo a alcançar a imunização de mais de 80% do efectivo animal da província. Serão abrangidos cães, gatos, bovinos e galinhas.

Os animais estão discriminados da seguinte forma, de acordo com a doença que se pretende prevenir: 2.465 animais por vacinar contra dermatose nodular; vacina contra carbúnculo sintomático: 10,168 animais; vacinação contra carbúnculo hemático: 30,813 animais; vacina contra a brucelose: 3.083 animais; vacina contra Newcastle: 1.313.797 galinhas; e vacina contra a Raiva: 16.505 animais.

Falando a partir do povoado de Mefululuji, no distrito de Lago, onde lançou a campanha de vacinação animal, Elina Massengele explicou que o processo é anual e é uma das principais estratégias adoptadas pelo Governo para prevenir e controlar certas doenças que afectam os animais e que são transmitidas por estes ao Homem.

Segundo Elina Massengele, Niassa quer manter o sector agro-pecuário “forte, diversificado, competitivo e sustentável, de modo que continue a garantir a renda de cerca de 1,811 milhão da população” da província e foco no combate à pobreza, para a materialização da iniciativa “Fome Zero”.

“O período de vacinação que hoje oficializamos iniciou em Março e vai até Dezembro de 2021, tendo em conta a época provável de ocorrência de doenças e o estado de imunidade dos animais, desde a última vacinação a que tenham sido sujeitos”, disse a governadora do Niassa, de acordo com uma nota enviada ao “O País”.

A campanha de vacinação de animais incluirá a vacinação contra a Brucelose, que o sector tem realizado duas vezes por ano. A primeira é de Março a Abril e a segunda de Agosto a Outubro. Consta ainda no plano veterinário a vacina contra Newcastle, realizada em três fases por ano: Março, Julho e Novembro.

A vacinação contra a raiva, pese embora realizada habitualmente entre os meses de Abril, Julho e Setembro, decorre todo o ano, de Janeiro a Dezembro.

“Só assim é que podemos inverter o cenário das 291 mordeduras contra 233 registadas no igual período do ano em curso, representando um decréscimo de 24,9% pese embora sem registo de óbito”, apelou Elina Massengele.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos