O País – A verdade como notícia

Necessários USD 600 mil para instalar sistema de controlo de horas de condução

O Instituto Nacional de Normalização e Qualidade (INNOQ) precisa de 600 mil dólares para instalar o sistema de controlo das horas que automobilistas moçambicanos levam na condução. O objectivo é o combate à sinistralidade rodoviária.

A fadiga e as altas velocidades são consideradas maiores causas dos acidentes de viação em Moçambique. Assim, o Governo de Moçambique decidiu, em 2016, criar um sistema por via do qual seria controlado o tempo que os automobilistas levam no volante.

Sucede que até hoje, 2018, o país ainda não conseguiu instalar o instrumento chamado tacógrafo.

A introdução do instrumento vai também exigir investimento das empresas do ramo de transporte, sendo que terão de instalá-lo nos seus veículos.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos