O País – A verdade como notícia

NATO discute resposta à guerra na Ucrânia

Os ministros dos Negócios Estrangeiros da NATO reúnem-se, hoje, em Berlim, capital da Alemanha, para coordenar a resposta à guerra entre a Russa e Ucrânia. O encontro acontece numa altura em que a Rússia prepara-se para anexar a cidade ucraniana de Kherson ao seu território

Quando passam 80 dias da invasão russa à Ucrânia, os ministros dos Negócios Estrangeiros da aliança transatlântica, NATO, reúnem-se este sábado, em Berlim, para coordenar a resposta à guerra na Ucrânia, numa altura em que se discute também a adesão da Suécia e da Finlândia – à qual Portugal já garantiu que dará “todo o apoio”.

Até ao momento, há muitas espectativas sobre as decisões que poderão sair da reunião.

Ainda sobre a Ucránia, a administração militar-civil que actualmente controla a cidade ucraniana de Kherson, prepara-se para anexar o território à Federação Russa. A informação foi avançada pelo Ministério da Defesa do Reino Unido, que alerta que o Kremlin poderá realizar referendos fraudulentos, segundo escreveu o Notícias ao Minuto.

A Rússia lançou a 24 de Fevereiro uma ofensiva militar na Ucrânia que já matou mais de três mil civis, segundo a ONU, que alerta para a probabilidade de o número real ser muito maior. A ofensiva militar causou a fuga de mais de 13 milhões de pessoas, das quais, mais de 5,5 milhões para fora do país, de acordo com os mais recentes dados da ONU.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos