O País – A verdade como notícia

Nampula recebe 57 mil testes rápidos para COVID-19

No penúltimo dia do ano 2021, Nampula batia o pico de 287 casos positivos da COVID-19 e ficava esclarecido que a quarta vaga estava a atormentar a “capital do norte”. Agora, a cada 100 testes, 50 são positivos. Há 12 internados.

Três meses antes do final do ano 2021, a província de Nampula tinha uma taxa de positividade de 1%. Ou seja, a cada 100 pessoas testadas, apenas uma é que saía com o resultado positivo para a COVID-19. No entanto, no dia 30 de Dezembro, o cenário mudou para o pior – 287 casos positivos que fizeram soar o alarme da quarta vaga.

“No dia 21 [de Dezembro], a nossa taxa de positividade foi de 72% e, neste momento, temos uma média de 50%”, sustenta a médica-chefe provincial, Selma Xavier, para mostrar, de forma clara, a forma como o gráfico da pandemia alterou de um momento para o outro. A explicação está na alta transmissibilidade da variante Ómicron cuja circulação em Nampula já foi confirmada.

Oitenta por cento dos casos positivos da COVID-19 em Nampula estão concentrados na cidade de Nampula (capital provincial), com cerca de um milhão de habitantes. Isso preocupa as autoridades sanitárias, porque pode propiciar a rápida propagação, por ser a zona com maior assentamento humano no Norte do país. E para permitir maior testagem, a província recebeu pouco mais de 57 mil testes rápidos da COVID-19 que foram posicionados no depósito provincial de medicamentos e já começam a ser alocados às unidades sanitárias dos 23 distritos, para que se possa fazer a testagem de todos os casos suspeitos e essa não é a única medida em curso.

“Neste momento, maior parte das unidades sanitárias da nossa província está a fazer a testagem, mas, em coordenação com a nossa delegação provincial do Instituto Nacional de Saúde, vamos abrir mais um posto de testagem no jardim-parque [na cidade de Nampula], que é para a população com sintomas poder dirigir-se e diminuirmos a demanda que o Hospital Central de Nampula está a ter”, esclareceu a médica-chefe provincial.

Agora, existem 12 internados no centro de isolamento dos casos da COVID-19 na cidade de Nampula. Desses, há uma criança. Porém, são descritos como tendo um quadro clínico estável, até porque, nas últimas 24 horas, houve uma alta.

A nossa equipa de reportagem soube de fontes seguras do Instituto Nacional de Saúde que o alto nível de transmissibilidade, associado à baixa mortalidade e sintomatologia leve, leva a crer que a variante Ómicron esteja a circular em todo o país. Sucede que outras províncias ainda não têm a informação dos estudos de genotipagem, que são a base para confirmar a circulação dessa estirpe.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos