O País – A verdade como notícia

Nações Unidas destacam necessidade de inclusão no processo de pacificação do país

Foto: Historia do Mundo

As Nações Unidas reagiram ao Dia da Paz que hoje se assinalou no país, congratulando o Governo moçambicano e a Renamo pelo compromisso para a paz, porém destacam a importância da inclusão e do papel da mulher neste processo.

Em declaração conjunta, o enviado pessoal do secretário-geral das Nações Unidas e presidente do Grupo de Contacto, Mirko Manzoni, e a coordenadora residente da mesma organização, Myrta Kaulard, que é igualmente coordenadora humanitária para Moçambique, defendem que a inclusão é o garante da paz e da prosperidade no país.

“Nada construiria uma base duradoura para um Moçambique mais pacífico e próspero do que garantir um desenvolvimento sustentável e inclusivo para todos. Ao apoiar a reintegração dos antigos combatentes da Renamo, por meio da reconstrução das relações entre as comunidades, estamos confiantes de que Moçambique alcançará a paz definitiva e a reconciliação nacional”, diz o documento das Nações Unidas.

Os dois responsáveis daquela entidade internacional lembram, também, o papel das mulheres neste processo de pacificação.

“Enquanto o Governo, a Renamo e todos os moçambicanos olham para a reconciliação nacional, somos lembrados da importância da inclusão e do importante papel das mulheres na construção da paz, para garantir que ninguém seja deixado para trás”, acrescenta.

Manzoni e Kaulard terminam reafirmando que vão continuar empenhados em apoiar a paz duradoura no país e o desenvolvimento sustentável. A mensagem surge no âmbito do Dia da Paz, que hoje se assinalou.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos