O País – A verdade como notícia

Mutuário que usou tractor do Sustenta para arrasto de madeira ilegal poderá ser punido

Foto: O Pais

O Conselho dos Serviços de Representação do Estado da Zambézia diz que já localizou o mutuário que recebeu o tractor do Programa Sustenta encontrado pelos fiscais do Parque Nacional de Gilé, utilizado para o arrasto da madeira cortada ilegalmente.

Segundo avançou o director provincial da Agricultura e Segurança Alimentar, Jabula Zíbia, serão tomadas medidas contra o referido mutuário.

“Esses equipamentos são para ser usados na machamba, são para ser usados estritamente para melhorar a produção e facilitar o escoamento dos produtos. Iremos trabalhar no sentido de sancionar o mutuário envolvido”, frisou Jabula Zíbia.

O governador da Zambézia, Pio Matos, também reagiu sobre a exploração ilegal da madeira no Parque Nacional de Gilé. Diz que os prevaricadores devem ser punidos de acordo com a legislação.

“Não autorizamos que alguém venha destruir este belo património que a Zambézia tem, que é o Parque do Gilé. Em Moçambique, existe uma legislação boa e forte e acreditamos que os prevaricadores serão punidos exemplarmente, porque destruir um bem do povo merece uma punição exemplar”, disse Pio Matos.

Recorde-se que, há uma semana, para além de toros de madeira, foram apreendidos, no Parque Nacional de Gilé, quatro tractores com respectivos atrelados e um camião.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos