O País – A verdade como notícia

Município da Beira vai gastar mais de 120 milhões de meticais na reabilitação de estradas

Circular em algumas rodovias na cidade da Beira continua a ser um autêntico calvário. Mais de 75 por cento das estradas, entre elas secundárias e principais, nas zonas urbanas e suburbanas, clamam por uma reabilitação urgente. As vias estão esburacadas e a profundidade de alguns buracos chega a atingir trinta a cinquenta centímetros.

“Infelizmente os buracos que existem nas estradas da cidade da Beira são incontáveis, e cada dia que passa o tamanho dos mesmos tende a aumentar, um facto que está a contribuir para danificar as nossas viaturas. Os amortecedores devem ser substituídos em menos de três meses, obrigando-nos a gastar, por ano, rios de dinheiro que poderiam ser investidos para o bem das nossas famílias”, lamentou Roberto Machavela, automobilista residente na cidade da Beira.

Jacinto Miguel, um outro condutor residente também na Beira, rogou a edilidade “a encontrar soluções definitivas. Tapar os buracos com saibro não resolve porque” basta apenas uma pequena chuva para que tudo volte a ser como antes.

A edilidade diz que está ciente do problema e é por essa razão que nos últimos tempos apostou na reabilitação das principais rodovias, numa primeira fase, no centro da cidade, através de pavês e, gradualmente, o processo abrangerá outras áreas da cidade, num projecto orçado em mais de 120 milhões de meticais, fundos provenientes do município.

“As estradas estão muito esburacadas e tapar buracos não resolve o problema porque dias depois um outro buraco abre-se mesmo ao lado. Estamos a gastar muito dinheiro do erário público sem soluções definitivas, daí que resolvemos recorrer a pavês. Neste momento estamos a centrar as nossas atenções nas principais rodovias do centro da cidade”, disse Albano Carige, edil da beira.

Albano Carige explicou que “o processo de reabilitação de estradas na cidade da Beira será estendido, gradualmente, para os bairros suburbanos, através de terra batida”.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos