O País – A verdade como notícia

Munícipes de Maputo atentos às medidas contra COVID-19 nos cemitérios

Munícipes de Maputo asseguram observar medidas de prevenção contra o Coronavírus sempre que visitam os cemitérios. “O País” conversou com algumas pessoas que dizem respeitar as medidas com muito cuidado.

Domingo, dia de descanso para alguns. Mas também, dia em que uns escolhem para visitar os que seus restos mortais descansam na última morada, o cemitério.

Samuel, um jovem que encontrámo-lo no cemitério de Lhanguene, explicou que escolheu domingo para visitar o local porque ao longo da semana tem estado a trabalhar. “Não só. É um dia calmo para fazer a limpeza da campa da família”, afirmou.

E neste contexto do Coronavírus, as medidas de prevenção são necessárias. “Lavo as mãos e aplico o desinfectante, quer ao entrar, assim como ao sair”, disse Samuel ao “O País”.

Entretanto, a desinfecção das mãos não deve ser feita apenas depois da saída do cemitério. Ao chegar à casa, as medidas são ainda necessárias.

“Chego, tiro toda a roupa, vou ao banho, e só depois entro dentro da casa para ter com meus filhos e meu marido”, afirmou Evelina, outra entrevistada. “É para o nosso bem-estar”, secundou outro visitante do cemitério.

E no cemitério, não são apenas os visitantes que tem-se mostrado atentos às medidas de prevenção contra o Coronavírus. Samuel, jovem cuidador de campas no Lhanguene, contou ao “O País” que todos os dias após terminar seu trabalho vai à uma bomba próxima onde toma o banho e só depois vai à sua casa.

“Não tem falhado. Isso é regra”, assegurou o cuidador de campas.

Lembrem-se que os cemitérios têm sido apontados como possíveis focos de transmissão de coronavírus e, por isso, as medidas de prevenção contra a doença são muito necessárias nestes locais.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos