O País – A verdade como notícia

Munícipes de Manica agastados com construções desordenadas

O Conselho Municipal da cidade de Manica está a promover construções desordenadas ao nível daquela urbe. Algumas obras bloquearam vias de acesso e passeios, uma situação que deixa agastados os munícipes, que exigem a demolição das obras.

“O País” constatou no terreno que, a título de exemplo, estão a ser levadas a cabo na rua que dá acesso a direcção das Alfândegas obras de construção de uma moradia que, a ser concluída, além de estar em plena via pública, a mesma poderá ofuscar a piscina municipal, tida como principal cartão-de-visita da vila municipal da Cidade de Manica.

Preocupados com o bloqueio da rua que facilita o acesso às suas casas, os residentes locais dizem não entender as reais motivações que levaram a edilidade a autorizar obras naquele lugar.

“Esta obra é melhor que o município venha embargar. O que deve se fazer é mesmo aconselhar ao proprietário a identificar outro local para efectuar a construção”, disse Perkins Matias, um dos munícipes visivelmente agastado com a edilidade.

Além da obra de moradia ora em construção, o município autorizou a construção de várias bancas nos passeios, dificultando a circulação de pessoas na cidade de Manica.

Contactada sobre as construções desordenadas, a vereação de Construção e Urbanização ao nível do município de Manica prometeu reagir oportunamente.

 

 

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos