O País – A verdade como notícia

Munhava continua o centro das atenções dos políticos na Beira

O bairro da Munhava, o mais populoso da cidade da Beira, província de Sofala, com pouco mais  de 121 mil habitantes, dos cerca de  633 mil  existente nos 26 bairros do Chiveve, continua a ser o centro das atenções dos principais partidos que concorrem para as eleições gerais naquela urbe.

Hoje, quarto dia da campanha eleitoral, tal como nos primeiros três dias, a Frelimo a Renamo e o MDM, palmilharam aquele bairro.

Lourenço Bulha, cabeça-de-lista da Frelimo, depois de nos primeiros três dias ter sido apadrinhado pelo presidente do seu partido, Filipe Nyusi, começou hoje a contactar pessoalmente os eleitores na Beira, e no bairro da Munhava, pedindo votos para o seu partido.

Bulha promete  melhorar as condições de vida da população de Sofala, garantindo investimentos nos sectores de agricultura e de  mineração facto que para ele criará novos empregos.

"A população de Sofala a semelhança de todo o pais é na sua maioria agrícola. Infelizmente as famílias estão a produzir actualmente num espaço de um hectare cerca de uma tonelada. Votando na Frelimo e no seu candidato vamos investir em técnicas agrárias e com elas
passaremos a produzir cinco toneladas de produtos diversos no mesmo hectare. Por outro lado criaremos condições para que mais jovens seja formados em áreas técnicas e partir daí haverá maior empreendedorismo e serão admitidos nas empresas que a Frelimo irá facilitar a sua criação", prometeu Lourenço Bulha.

O cabeça-de-lista do MDM em Sofala,  esteve hoje, quarto dia da campanha eleitoral no distrito de Cheringoma, há cerca de 250 quilómetros da cidade da Beira e o da Renamo reservou o dia para reflexão.

Entretanto Afonso Dhlakama Júnior e Rosália Dhlakama, filho e esposa do falecido líder da Renamo, Afonso Dhlakama, reforçaram hoje, a campanha eleitoral da perdiz na cidade da Beira. Os dois estão convictos que a Renamo sairá vencedora em Sofala e em todo o país.

A Renamo continua a priorizar contactos interpessoais para convencer os eleitores a votarem no partido e no seu candidato. A iniciativa está a ser liderada pelo delegado da cidade. João Marata, que vem prometendo melhores condições de vida aos eleitores.

"Votar na Renamo e no seu candidato é mesmo que dizer sim a uma vida melhor. A Frelimo está há 40 anos no poder e só limita a fazer promessas. Cada dia que passa a pobreza e o número de pobres tendem a aumentar no país. Um país que é muito rico em recursos minerais que infelizmente devido à péssimas políticas de governação, os mesmos recursos estão  ser dizimados por nacionais  e estrageiros e exportados. Queremos garantir que os nossos recursos sirvam as necessidades dos moçambicanos".

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos