O País – A verdade como notícia

“Mukheristas” repudiam alegadas apreensões de mercadorias

Mais de uma dezena de importadores informais, mukheristas, amotinaram-se na tarde de hoje no posto de fiscalização aduaneira chamado quilómetro 4, na Fronteira de Ressano Garcia, para repudiar alegadas apreensões não claras de suas mercadorias pelas autoridades moçambicanas.

De acordo com o presidente da Associação dos Mukheristas, Sudekar Novela, as apreensões de mercadorias diversas, incluindo as camionetas que transportam iniciaram na passada quinta-feira, sob comando do chefe do posto fronteiriço de Ressano Garcia, em Maputo.
Por isso, hoje, os importadores informais, vulgos mukheristas, dirigiram-se ao quilómetro 4 para exigir uma explicação, mas o chefe do posto viu-se forçado a abandonar o local sem sequer interagir com os manifestantes.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos