O País – A verdade como notícia

Mugabe já não é embaixador da boa-vontade

A nomeação do presidente zimbabweano Robert Mugabe como embaixador da boa-vontade da OMS durou apenas três dias. Depois de várias críticas feitas pela comunidade internacional, o director-geral da OMS decidiu este domingo desfazer sua decisão de escolher Mugabe como entidade promotora de luta contra doenças não transmissíveis em África.

A nomeação de Mugabe havia sido caracterizada como ridícula e decepcionante pelos Estados Unidos, Reino Unido, Human Rights Watch e o maior partido da oposição do Zimbábue, MDC.

Os críticos afirmam que a escolha de Mugabe como embaixador da boa-vontade é injustificável, quando o sistema de saúde do Zimbábue é precário, os médicos reclamam de baixos salários e o próprio Mugabe recorre ao exterior para receber cuidados médicos, para além de ter sido condenado pelas Nações Unidas por violar direitos humanos.

O presidente africano, de 93 anos de idade que dirige Zimbabwe desde 1980, tem sido criticado pelas organizações civis de esvaziar os cofres do Estado para cuidar da sua saúde em Singapura.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos