O País – A verdade como notícia

MSP elege órgãos directivos para acelerar alternativa à Frente Polisário

O recém-criado Movimento Saharaui para a Paz (MSP), um movimento que surge como alternativa ao projecto “esgotado” liderado pela Frente Polisário, segundo o seu manifesto de fundação, elegeu no último sábado os seus órgãos directivos, que tem como primeiro secretário, Hach Ahmed Berical.

A Assembleia do Comité Fundador do Movimento Saharaui para a Paz elegeu no sábado os 20 membros da Comissão Política e do Conselho de Assessores, órgãos que irão dirigir o movimento até ao próximo congresso” explicou o MSP, através de um comunicado citado pela europapress.

Entre os membros da Comissão Política está Fadel Braika, de nacionalidade espanhola que esteve, recentemente, encarcerado por motivos políticos, segundo a oposição da Frente Polisario.

Os treze membros da Comissão Política elegeram Hach Ahmed Berical como primeiro secretário da nova organização política.

Na sua primeira intervenção após a eleição, o 1º Secretário do sublinhou que o movimento está aberto a todas as opiniões e sensibilidades da sociedade saharaui.

Em relação às primeiras tarefas, Hach Ahmed enfatizou a necessidade de formar todos os comitês e equipes de trabalho, integrando todas as pessoas e intelectuais qualificados.

Ele também prestou homenagem aos mais de cem signatários do Manifesto Constituinte do MSP que, em 22 de Abril, tornaram pública a iniciativa, que inclui vários ex-funcionários da Polisário, além de descendentes de membros da assembleia de notáveis ??do período colonial.

 

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos