O País – A verdade como notícia

MOZEFO Young Leaders: Ngueto Yambaye e Mmusi Maimane vão discutir papel da juventude na transformação de Moçambique

Os jovens moçambicanos precisam conhecer a realidade e as oportunidades de outros países africanos com vista a “Investir para transformar”, de acordo com Ngueto Yambaye, antigo ministro da Economia e Planificação do Chade, um dos oradores do MOZEFO Young Leaders, que arranca esta segunda-feira.

Para o político e ex-presidente do partido Aliança Democrática da África do Sul, Mmusi Maimane, a juventude não precisa esperar até ser adulta para mostrar os seus ideais e as suas convicções.

O antigo ministro da Economia e Planificação do Chade, Ngueto Yambaye, defende que a partilha de experiências é crucial para o crescimento dos jovens e estes devem conhecer outras realidades e oportunidades de África.

“Não fiquem apenas nos vossos países, vocês precisam sair e conhecer outros países africanos. Existem muitas outras oportunidades e vocês têm de partilhar as vossas experiências nos vossos países e em outros países do continente”, afirmou Ngueto Yambaye, que no evento vai falar sobre o tema “Investir para transformar”.

Quem também vai partilhar a sua experiência no MOZEFO Young Leaders é o político e ex-presidente do partido Aliança Democrática da África do Sul. Mmusi Maimane destacou que os valores e as convicções como factores-chave para a transformação.

“Muitas vezes o que importa não é a sua idade”, mas sim “os seus ideais e as suas convicções. Se é bom o suficiente, então acredite que é adulto o suficiente”, disse Mmusi Maimane, para quem “não vamos deixar que os mais jovens pensem que devem esperar até crescer” para exporem as suas ideias.

Mmusi Maimane, que abordará o tema “Juventude como líder da transformação”, sublinhou que “se [o jovem] é bom o suficiente, então acredite que é adulto o suficiente. Só tem de trabalhar duro”.

Na óptica do administrador de Mabote (província de Inhambane), Carlos Mussanhane, que também marcará presença na terceira edição do MOZEFO Young Leaders, trabalhar duro é fundamental para adquirir competências e capacidades de liderar uma transformação.

“Não basta o benefício etário, dizer que sou jovem para assumir de imediato um direito. Não. O benefício etário tem de ser combinado com capacidade e competência”, considerou Carlos Mussanhane.
O MOZEFO Young Leader pretende perspectivar um futuro da juventude, onde haja oportunidades iguais para todos os jovens, independentemente da sua condição física, social ou regional.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos