O País – A verdade como notícia

Morreu Procurador-Geral Adjunto

O Procurador-Geral Adjunto, Orlando Generoso Rubene, perdeu a vida na última quinta-feira, em Portugal, vítima de doença.

Orlando Rubene era igualmente membro do Conselho Superior da Magistratura do Ministério Público e Porta-voz da Procuradoria-Geral da República.

De 1998 a 2001, foi Procurador Provincial-Chefe na Procuradoria-Provincial da República – Maputo, de 2001 a 2003 foi foi Secretário-Geral da Procuradoria-Geral da República, de 2003 a 2007, Procurador Provincial da República-Chefe de Sofala, de 2007 a 2011 foi Procurador Provincial da República-Chefe de Gaza.

Em 2011, ascendeu à categoria de Sub-Procurador-Geral Adjunto e em 2014, exerceu as funções de Sub-Procurador-Geral Adjunto-Chefe de Secção, junto a Secção Laboral do Tribunal Superior de Recurso de Maputo; em 2015 foi Procurador-Geral Adjunto, em 2015, e foi afecto à 3ª Secção de Contas do Tribunal Administrativo, onde exerceu funções em representação do Ministério Público; de 2009 a 2016 foi Secretário-geral e Vice-presidente da Associação dos Procuradores de África.

O funeral de Orlando Rubene terá lugar na sexta-feira, pelas 13:30 no Cemitério de Lhanguene, antecedido de velório no Paços do Município da Cidade de Maputo, pelas 09:00 horas.

 

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos