O País – A verdade como notícia

Morreu o Príncipe Filipe, marido da Rainha da Inglaterra

Morreu, hoje, aos 99 anos de idade o Príncipe Filipe, esposo da Rainha Elizabeth II, segundo informações do Palácio de Buckingham.

“É com profunda tristeza que Sua Majestade, a Rainha, anunciou a morte de seu amado marido, Sua Alteza Real, o Príncipe Filipe, Duque de Edimburgo”, escreve o SIC Notícias.

De acordo com a fonte, o Palácio de Buckingham informou que o Duque de Edimburgofaleceu pacificamente esta manhã no Castelo de Windsor”.

O príncipe, que ia completar 100 anos em 10 de Junho, tinha saído recentemente do hospital, após uma intervenção cirúrgica a problemas cardíacos, e regressado ao Palácio de Windsor.

O Príncipe Filipe casou-se com a Rainha Elizabeth em 1947, desempenhando um papel fundamental na modernização da monarquia no segundo período pós-guerra mundial.

Foi sempre dentro das paredes do Palácio de Buckingham uma figura fundamental em quem a Rainha depositava confiança. “Ele tem, simplesmente, sido minha força todos esses anos”, disse a Rainha num raro tributo pessoal a Filipe num discurso que marcava o 50.º aniversário de casamento em 1997.

PRÍNCIPE DA GRÉCIA E DA DINAMARCA

Conhecido pelo seu sentido de humor particular, Filipe de Mountbatten, nascido com o título de príncipe da Grécia e da Dinamarca, é o consorte mais antigo da história da monarquia britânica.

De acordo com a RTP Notícias, após ter servido na Marinha durante a Segunda Guerra Mundial, casou-se a 20 de Novembro de 1947 com a então princesa Elizabeth, filha do Rei George VI, vindo a tornar-se no consorte mais antigo da Grã-Bretanha.

Filipe, que realizou mais de 22.000 compromissos públicos, descreveu-se de forma bem-humorada como “o inaugurador de placas mais experiente do mundo”.

Afastou-se das funções públicas em 2017, ano a partir do qual se tornaram cada vez mais raras as suas aparições públicas, à excepção dos grandes eventos familiares.

FUNERAL DISCRETO A PEDIDO DO PRÍNCIPE

A página oficial da Família Real, na qual foi anunciada a morte, encontra-se actualmente de luto, indicando que “novos anúncios serão feitos oportunamente”.

A morte do príncipe Filipe desencadeia a Operação “Forth Bridge”, nome de código para os preparativos do funeral, que merece honras de Estado.

De acordo com a tradição, o Reino Unido, que inclui Inglaterra, Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte, entrará num período nacional de luto que se prolongará até o funeral.

As bandeiras serão hasteadas a meio mastro, o bastão cerimonial que está na Câmara dos Comuns, actualmente suspensa para férias, será envolto em preto ou adornado com um laço preto e os deputados deverão usar braçadeiras ou gravatas pretas.

Enquanto príncipe consorte, o príncipe Filipe tem direito a um funeral de Estado, que envolve ficar em câmara aberta e ser sepultado no Castelo de Windsor, mas, segundo a imprensa britânica, o duque de Edimburgo deixou instruções para se fazer um funeral privado.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos