O País – A verdade como notícia

Morreu Leonid Kravchuk, primeiro presidente da Ucrânia

Morreu, esta segunda-feira, aos 88 anos, o primeiro presidente da Ucrânia independente, Leonid Kravchuk, vítima de doença, em plena invasão russa do país. A notícia foi anunciada, ontem, pelo presidente da câmara municipal de Kyiv, Vitali Klitschko, citado pela imprensa internacional.

“Uma grande perda para toda a Ucrânia. Hoje, Leonid Kravchuk morreu, o primeiro presidente da Ucrânia, o primeiro presidente da Rada [Parlamento ucraniano], e o homem que esteve na origem do Estado ucraniano moderno”, indicou Klitschko no Telegram citado pelo Notícias ao Minuto.

Segundo a CNN Portugal, o antigo presidente, que governou o país de 1991 a 1994, estava com a saúde fragilizada. Em junho de 2021, ele foi submetido a uma cirurgia no coração e entrou em coma, antes de ser internado numa uma clínica em Munique, sul da Alemanha, para reabilitação. Em 2017, foi-lhe colocada uma endoprótese flexível na artéria carótida, precisou a Deutsche Welle (DW).

Durante os últimos anos da União Soviética, Kravchuk liderou a Ucrânia como chefe do Partido Comunista. Ele teve um papel decisivo no esfacelamento do regime soviético, depois de se tornar o primeiro presidente da Ucrânia independente, em 1991.

Ele é considerado como uma das principais forças envolvidas na declaração da independência ucraniana. Em 8 de dezembro de 1991, ele assinou, juntamente com os líderes da Rússia e de Belarus, um acordo que declarava formalmente o fim da União Soviética, escreve o Notícias ao Minuto que cita a Lusa.

 

ZELENSKYY PRESTA HOMENAGEM AO PRIMEIRO PRESIDENTE UCRANIANO

O presidente ucraniano Volodymyr Zelenskyy prestou, na noite de ontem, homenagem ao primeiro presidente ucraniano, Leonid Kravchuk, que faleceu após doença prolongada.

“Leonid Kravchuk sabia o preço da liberdade. E de todo o seu coração, queria a paz para a Ucrânia. Estou certo de que vamos conseguir. Conseguiremos a nossa vitória e a nossa paz. Honra eterna e memória para o primeiro presidente da Ucrânia independente”, declarou Zelenskyy.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos