O País – A verdade como notícia

Moçambique vence Uruguai antes da estreia no Mundial de futebol de praia

O combinado nacional venceu, esta segunda-feira, a sua congénere do Uruguai, por duas bolas sem resposta, em partida de carácter particular, inserido na preparação para o Campeonato do Mundo da Rússia, de futebol de praia.

A selecção nacional, que cumpriu um estágio de cerca de 20 dias em Nazaré, Portugal, chegou a capital da Rússia, Moscovo, palco do mundial de futebol de praia, na madrugada desta segunda-feira, tendo realizado um treino de recuperação no período da manhã do mesmo dia, e um jogo de controlo no período da tarde.

O adversário foi o Uruguai, um dos representantes da América Latina na prova, tendo o conjunto moçambicano vencido por duas bolas sem resposta. Ângelo e Yuram foram os autores dos golos da selecção nacional, no segundo período, que deixam a equipa técnica e os jogadores esperançados numa boa prestação na competição russa.

Para o seleccionador nacional, Abineiro Ussaca, a vitória diante do Uruguai foi de sacrifício dos jogadores, uma vez que “descansamos quase nada, já que só chegamos ao hotel a uma da madrugada e fomos a cama as 03H00”. Mesmo assim, “eles demonstraram que têm potencial para fazer o melhor, por isso tenho que felicitá-los por tudo que fizeram”, disse, orgulhoso, Ussaca.

Com a selecção a ter bons resultados desde o estágio em Portugal, onde somou três vitórias, dois empates e uma derrota, mais a vitória diante do Uruguai, já na Rússia, Abineiro Ussaca considera que a equipa está num bom caminho para alcançar bons resultados no mundial. “Notou-se hoje em termos defensivos e ofensivos que a equipa está muito forte. Claro que alguns detalhes que temíamos ainda são possíveis de solucionar, mas acredito que até ao dia do jogo estaremos ao nível que desejamos”, disse Ussaca.

“Temos estado a trabalhar muito na concentração, nos aspectos defensivos e vamos continuar a trabalhar para que possamos estar bem na competição. Estamos a melhorar em todos os apectos e vamos continuar a melhorar, tanto em termos técnicos, defensivos e ofensivos, assim como quando a equipa tem a bola”, concluiu o seleccionador nacional, sem avançar se haverá mais um jogo de controlo ou não antes da estreia, na quinta-feira, diante da Espanha.

 

“ORGULHA-NOS ESTARMOS NO MUNDIAL”, FEIZAL SIDAT

Para apoiar presencialmente a selecção nacional de futebol na sua estreia no Campeonato do Mundo, está em Moscovo o presidente da Federação Moçambicana de Futebol, Feizal Sidat, que disse estar satisfeito com o trabalho desenvolvido pelos jogadores moçambicanos.

“O trabalho foi bastante proveitoso em Portugal e a motivação é bastante grande. Temos estado a manter contacto com a selecção e os jovens estão bastante motivados”, começou por dizer Sidat para depois falar da vitória diante do Uruguai, que considera ser bastante motivadora. “O resultado diante do Uruguai foi bastante motivador para esta rapaziada e achamos que podemos fazer história e passar da fase de grupos”, disse.

Aliás, passar da fase de grupos seria um sinal de grandeza para o combinado nacional, tido como outsider desta compe tição. “Se passarmos para outra podemos dizer que demos um grande passo no futebol, de praia. Somos os únicos outsider que nunca tínhamos disputado um mundial e temos que surpreender porque pouco nos conhecem e há uma motivação e entrega desta juventude e merecem todo nosso apoio”, mostrou-se confiante Feizal Sidat.

O presidente da Federação Moçambicana de Futebol espera mesmo que estes bons resultados que são conquistados pela selecção de futebol de praia sirvam de motivação para os Mambas, que têm jogos de qualificação ao mundial do Qatar, a partir de Setembro próximo. “É motivador podermos disputar um mundial e esperamos que possa dar mais motivação a outras modalidades, casos de futebol de 11, que terá um jogo diante da Costa do Marfim dentro de alguns dias. Espero que os resultados que estamos a conseguir com esta selecção sejam um trampolim para os Mambas daqui a três semanas”, disse Sidat.

Entretanto, Feizal Sidat deixa um recado aos jogadores da selecção nacional: “que os rapazes joguem alegres, joguem o que sabem fazer e foram aprendendo durante o CAN e em Portugal e mostrem ao mundo que Moçambique está preparado para jogar de igual para igual e que, por fazermos parte dos 12 melhores, temos uma palavra a dizer. Temos que respeitar Portugal, Brasil, Taiti e a Espanha, que fazem parte do top-5 do ranking mundial, mas nós queremos fazer história nesta competição”.

Moçambique estreia-se no mundial da Rússia diante da Espanha, esta quinta-feira, quando forem 19H00 locais (18H00 de Maputo), mesma hora que vai defrontar sucessivamente Emirados Árabes Unidos e Taiti, no sábado e terça-feira da próxima semana, respectivamente.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos