O País – A verdade como notícia

Moçambique termina participação no africano de Acra com chave de ouro

Foto: FMN

A delegação moçambicana conquistou o terceiro lugar na classificação geral de juniores masculinos, para além de ter quebrado oito recordes nacionais, nomeadamente cinco recordes individuais e três recordes de estafetas. Kaio Lobo foi o nadador completo, com três recordes individuais.

A delegação moçambicana que disputou o Campeonato Africano de Juniores, Seniores e Águas Abertas da CANA 2021, que decorreu em Acra, no Gana, de 11 a 17 deste mês, terminou a sua participação com resultados animadores.

Na prova de águas abertas, Kaio Faftine participou na prova dos 3km na piscina, tendo terminado em 4º lugar, com tempo que permitiu bater o recorde nacional da categoria e absoluto.

Nas provas de seniores, Moçambique terminou na 7ª posição, em femininos, ao conquistar 29 pontos, enquanto em masculinos, arrecadou 15 pontos, que custaram o 9º lugar. No geral, em seniores, o país terminou na 6ª posição, com 52 pontos.

Já em juniores, onde Moçambique terminou na 4ª posição na classificação geral, com 479 pontos, em femininos terminou no 5º posto com 141 pontos, enquanto em masculinos fechou o pódio, ou seja, a terceira posição, com a medalha de bronze, ao somar 298 pontos.

No que aos recordes diz respeito, os nadadores moçambicanos bateram cinco de nível individual e outros três de estafetas. É de realçar que a delegação moçambicana tinha somente 3 nadadores seniores, nomeadamente duas raparigas e um rapaz, o que sempre obrigava que as provas de estafetas de seniores fossem solicitadas nadadores de juniores para reforçarem.

Kaio Lobo foi o nadador mais completo da delegação moçambicana ao participar, de forma individual, para a quebra de cinco recordes, nomeadamente nos 100 e 200 metros bruços e 200 metros estilos masculinos, todos em juniores, para além da estafeta dos 4×200 metros e 4×100 metros livres, em seniores. Matthew Lawrence também bateu o recorde de 100 metros mariposa, em juniores, tal como Kaio Faftine, nas águas abertas, na prova dos 3km.

Em femininos, Alícia Mateus, Sophie Fernandes, Filipa Xavier e Yusra Ribeiro quebraram o recorde dos 4×200 metros livres em juniores.

É de realçar que participaram neste Campeonato Africano de Juniores, Seniores e Águas Abertas cerca de 500 nadadores de 42 países africanos.

Moçambique participou com uma delegação de 15 nadadores, sendo sete em seniores e oito em juniores, em ambos sexos.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos