O País – A verdade como notícia

Moçambique regista 160 mil novos casos de TB por ano

Cerca de quatrocentas crianças morrem todos os dias vítimas da tuberculose, em todo o mundo. Moçambique é classificado como um dos países com alta carga de tuberculose, com uma taxa de cerca de 160 mil novos casos por ano. Deste número, mais de vinte mil casos estão relacionados com a população infantil.

A tuberculose em crianças e adolescentes provoca os mesmos sintomas do que no adulto, levando à febre, cansaço, falta de apetite e tosse por mais de três semanas.

Geralmente, são necessários alguns meses para se diagnosticar a doença, pois pode ser confundida com outras e, a tuberculose pode ser pulmonar ou extra-pulmonar, afectando outros órgãos da criança.

Nos primeiros nove meses deste ano, dos 63790 pacientes diagnosticados com tuberculose no país, 8200 eram crianças.

Razão pela qual levou o Ministério da Saúde a lançar um novo regime de tratamento da tuberculose em crianças, designado “doses fixas combinadas”, que estará disponível em todos os hospitais nacionais. Estima-se que os esforços mundiais feitos desde 2000 salvaram mais de 53 milhões de vidas.

Durante muito tempo a terapia nesta faixa etária era mais difícil por causa da necessidade de dividir e/ou esmagar uma série de comprimidos, o que gerava incerteza em relação à toma da dose correcta e propiciava a ocorrência da tuberculose resistente a medicamentos. A medida visa reduzir a doença que afecta 20% das crianças moçambicanas.

Falando na cerimónia de lançamento da nova formulação de tratamento da tuberculose em crianças, a Ministra da Saúde, Nazira Abdula, explicou que os ganhos conseguidos são fruto da combinação de esforços entre os quais a formação de mais oficiais que ajudam na identificação de sinais e sintomas da doença nas salas de espera das Unidades Sanitárias.

 

Para combater a doença, entre as várias medidas adoptadas, a Saúde vacina as crianças, assim como opta pelo tratamento preventivo.

Apesar da percentagem da tuberculose pediátrica em Moçambique ainda estar dentro dos limites considerados normais pela Organização Mundial da Saúde, definidos entre 10 e 15 por cento do total de casos notificados, o Ministério da Saúde tem vindo a intensificar os seus esforços como forma de reduzir a proliferação da doença.

A tuberculose se não for tratada correctamente, pode levar à morte ou provocar sequelas, comprometendo a função respiratória ou motora, dependendo do órgão afectado. Moçambique está entre os 30 países com alta carga de tuberculose no mundo.

Outros dados avançados indicam que no ano passado o país diagnosticou 9.283 casos de crianças infectadas pela TB, contra 6.559 do ano anterior, representando 12 por cento das estatísticas gerais. Ainda em 2016, o MISAU registou 911, contra 646 casos de tuberculose resistente aos medicamentos, o que significa um aumento em 38 por cento, comparado com 2015.

Segundo dados do Ministério da Saúde em 2016 mais de 300 crianças morreram vítimas de tuberculose no país.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos