O País – A verdade como notícia

Reforçada capacidade de resposta à COVID-19

Foto: O País

O Governo português doou, hoje, a Moçambique 187. 200 doses de vacinas contra COVID-19, para reforçar o Programa Nacional de Vacinação, que está na sua terceira fase.

Até ao momento, há registo de cerca de quatro milhões de pessoas vacinadas no país e, deste número, só 2.426.000 pessoas completaram a dosagem, representando 7,1% de pessoas totalmente imunizadas.

Os postos para vacinar continuam a receber cidadãos para serem imunizados. Nesta quinta-feira, o país recebeu o reforço das doses de vacina de que dispunha. Na cerimónia que decorreu no recinto do Aeroporto de Mavalane, o Governo português esteve representado pelo ministro do Ambiente e Acção Climática, João Pedro Matos Fernandes, que destacou a importância das vacinas para a imunização dos moçambicanos.

“Portugal destinou 5% das vacinas que adquiriu aos PALOP. Sabemos que, com este carregamento de cerca de 190 mil vacinas, já são mais de 500 mil que vieram a Moçambique vindas de Portugal.”

O Governante português considerou que a pandemia da COVID-19 continua uma preocupação global, por isso não se pode baixar a guarda quanto à adopção das medidas de prevenção.

O ministro das Obras Públicas, Habitação e Recursos Hídricos, João Machatine, em nome do Governo moçambicano, recebeu as vacinas e reforçou o apelo para que os cidadãos afluam aos postos de vacinação.

“Com estas doses, contamos vacinar completamente 190 mil moçambicanos, portanto, como vê, gradualmente, vamos alcançando o nosso objectivo, de vacinar o maior número de pessoas em menos tempo.”

O processo de vacinação já está na sua terceira fase, que poderá ter o seu fim a 16 de Novembro.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos