O País – A verdade como notícia

Moçambique passa a produzir mais de dois milhões de toneladas de cimento por ano

O Presidente da República inaugurou, hoje, a fábrica de cimento em Matutuine, província de Maputo, com capacidade para produzir dois milhões de toneladas por ano. Filipe Nyusi espera que a fábrica, avaliada em 330 milhões de dólares, venha conter a subida generalizada de preços do material de construção.

A unidade fabril está a 60 quilómetros do centro da capital do país, em Bela-Vista, Matutuine, com uma área de 400 mil hectares. É para aquele ponto aonde Filipe Nyusi se dirigiu esta quarta-feira com o objectivo de inaugurar a infra-estrutura em referência.

A fábrica vai produzir, por ano, dois milhões de toneladas de cimento, o que eleva para mais de sete milhões a quantidade de cimento que o país produz a cada 12 meses em todas as 16 fábricas existentes.

A maior parte da matéria-prima é obtida localmente, incluindo o clinquer, que passa, também, a ser produzido pela empresa. Tal facto vai determinar a redução da importação deste material pelas fábricas nacionais, em 360 mil toneladas por ano.

O Presidente do Conselho de Administração de Moçambique, Dugongo Cimento Victor Timóteo, explica que o objectivo é garantir maior disponibilidade do cimento ao consumidor sem, com isso, prejudicar os outros produtores.

A fábrica de cimento ora inaugurada emprega cerca de 700 trabalhadores, sendo que a maior parte são moçambicanos. O investimento é resultado da parceria entre os Estados moçambicano e chinês, sendo os empresários da China os accionistas maioritários.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos