O País – A verdade como notícia

Moçambique participa no FESTLUSO 2018

Moçambique estará representado na 10ª edição FESTLUSO – Festival de Teatro Lusófono que irá acontecer na cidade de Teresina, Piauí, Brasil, de 20 a 25 de Agosto. “Nkatikuloni (A Outra)” do Grupo de Teatro Girassol e “Recados de lá” do O outro d’Santana serão as peças teatrais que darão voz ao país nesse festival. Neste momento, o festival está a ser esperado com enorme expectativa por todos países de língua oficial portuguesa. Nos últimos anos, Moçambique tem recebido um reconhecimento de destaque em festivais internacionais de teatro.

A presente edição contará com uma programação bem diversificada e rica, diferente, em parte, das as edições anteriores. “Duas Sem Três”, companhia de dança Raiz di Polon, Praia, Cabo Verde; “Alguém me sabe dizer se o meu chapéu está bem posto?“, Folha de Medronho – Associação de Artes Performativas, Loulé, Portugal; “A Órfã do Rei”, Grupo Caixa Preta de Teatro, São Paulo, Brasil; “Medeia”, Artes e Engenhos, Associação Cultural, Almada, Portugal e “Duplo Molière”, do Grupo Harém de Teatro, Teresina, Brasil, que conclui o Cenaberta são algumas das principais atracções. A lista de apresentações divulgadas no portal oficial do festival contempla cerca de 16 sessões teatrais. O país acolhedor do festival, Brasil, e Portugal são os países que contarão com um número elevado de grupos teatrais.

FESTLUSO é organizado pelo grupo Harém Teatro e é um espaço que reúne grupos de diferentes países de língua portuguesa. Esse festival é um evento cultural e internacional realizado em Teresina que leva a cultura lusófona do teatro às ruas, praças e casas de espectáculos, com apresentações de grupos, unidos pela mesma língua.

No evento, para além de apresentações teatrais e paralelamente ao festival são realizadas oficinas e shows musicais.

Na edição do ano passado, 2017, Moçambique fez-se representar por Klement Tsamba, que brindou o público com a peça “Nos Tempos de Gungunhanha”, uma peça adaptada na base dum texto do escritor moçambicano Ungulani Ba Ka Khosa.

O Grupo Harém Teatro surgiu em Teresina durante a realização da SEMANA CHICO PEREIRA, no mês de Dezembro de 1985, em homenagem ao grande dramaturgo piauiense, reconhecido nacionalmente. O FESTLUSO é patrocinado por O Boticário e tem o apoio do governo do Estado do Piauí, Secretaria de Estado da Cultura-SECULT, através do SIEC, Circuito de Teatro em Português e Casa de Portugal em Macau. Uma realização do Grupo Harém de Teatro. É de referir que em 1997 o Grupo foi agraciado com o Prémio de Mérito Lusófono, concedido pela Fundação Luso-Brasileira Para o Desenvolvimento da Língua Portuguesa no Mundo/Ministério da Cultura de Portugal.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos