O País – A verdade como notícia

Moçambique é o terceiro país africano com a tecnologia 5G

A Moçambique Telecom, SA. (Tmcel) procedeu ao pré-lançamento da tecnologia 5G, na sequência da modernização e expansão tecnológica, enquadrada no contexto da estratégia de desenvolvimento da Rede Nacional de Telecomunicações.

No acto, realizado em parceria com a Huawei, empresa chinesa que está a implementar o projecto, a vice-ministra dos Transportes e Comunicações, Manuela Rebelo, referiu que a tecnologia 5G trará grandes mudanças para os serviços públicos e privados, impulsionando o desenvolvimento económico de Moçambique, à semelhança do que já está a acontecer no mundo.

“A tecnologia 5G é a mais alta tecnologia de ponta a nível da indústria de telecomunicações e, na Tmcel, vai operar, inicialmente, em conjunto com a rede 4G, antes do seu desenvolvimento totalmente autónomo ao longo do tempo”, disse a governante, acrescentando que esta tecnologia permitirá que o País fortaleça a sua base para o crescimento por meio da intensificação das actividades económicas dos sectores dominantes e da diversificação de outros.

Segundo enfatizou Rebelo, as vantagens que o 5G traz para Moçambique são vastas, permitindo ao País superar muitos desafios estruturais, sistémicos e de desenvolvimento, usando as tecnologias e soluções de próxima geração, que estão neste momento disponíveis nas áreas de medicina, agricultura, educação, dentre outros sectores.

Por sua vez, o presidente do conselho de administração da Tmcel, Mahomed Rafique Jusob, considerou tratar-se de um momento especial por demonstrar que Moçambique está na onda da tecnologia moderna no mundo.

“É um serviço que nem todos os países têm. É um serviço com alta qualidade para realizar maior conectividade a uma velocidade até 10 vezes superior que a velocidade existente actualmente no País”, enfatizou Jusob, acrescentando que a tecnologia 5G não é das operadoras, mas sim um serviço para os moçambicanos.

Por fim, o director-geral da Huawei Moçambique, António Hou, afirmou que “juntos devemos trabalhar de forma incansável para que as telecomunicações de alta qualidade cheguem a todos, mantendo as pessoas conectadas”. Um grande passo foi dado e uma porta nova e mais eficiente de comunicar foi introduzida hoje em Moçambique, segundo destacou.

Deste modo, Moçambique fica entre um dos primeiros países africanos que irá comercializar a 5ª geração de tecnologia de comunicação sem fio, depois das Repúblicas da África do Sul e do Quénia, sendo a Tmcel uma das primeiras operadoras africanas, detida maioritariamente pelo Estado, a fazer o pré-lançamento da tecnologia em referência.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos