O País – A verdade como notícia

Moçambique e Malawi reforçam cooperação bilateral nas áreas económicas, paz e segurança

O Presidente da República, Filipe Nyusi, recebeu, na manhã desta sexta-feira, o seu homólogo malawinano, Lazarus Chakwera, para conversações oficiais no âmbito da visita deste Estadista a Moçambique.

Num encontro tête-à-tête, os dois presidentes trocaram os pontos de vista sobre vários assuntos, com destaque para o reforço da cooperação bilateral nas áreas de economia, paz e segurança, que constituam ganhos mútuos para os dois países.

“Os presidentes fizeram uma avaliação positiva da cooperação bilateral, com destaque para o grau de implementação das decisões tomadas pelos dois líderes na última visita do Chefe de Estado moçambicano ao Malawi, em Novembro passado”, disse Verónica Macamo.

De acordo com a ministra dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, os dois Estadistas debateram questões relacionadas com a segurança e Malawi comprometeu-se a apoiar Moçambique no combate ao terrorismo em Cabo Delgado.

“Durante a reunião, os dois líderes acordaram continuar a trabalhar em conjunto para manter e fortalecer a cooperação bilateral em vários domínios de interesse comum e com base no princípio de benefício mútuo entre as partes, com destaque para a manutenção das consultas político-diplomáticas para a busca conjunta de soluções para questões como conflitos armados, terrorismo, extremismo violento, paz, segurança, desenvolvimento, mudanças climáticas, COVID-19, entre outros”, avançou Macamo.

Por seu turno, a ministra dos Negócios Estrangeiros do Malawi secundou as palavras de Verónica Macamo, acrescentando que a visita a Moçambique representa um momento especial e acredita que ambos países têm muito a ganhar com os acordos entre os dois Estados.

“O que eles [os presidentes] fizeram foi dar um impulso à actividade económica, criando e envolvendo investidores para que venham”, disse Nacy Tembo.

A ministra malawiana falou ainda da importância que o Porto de Nacala tem para o escoamento de produtos para o seu país. “Estamos deveras impressionados com o investimento que o Governo de Moçambique tem feito em Nacala. Acreditamos que nos vai ajudar como país na importação e exportação”, salientou, acrescentando que o benefício não é só para Moçambique, mas também para Malawi.

Questionada se o seu país vai enviar tropas para o norte de Moçambique, a ministra dos Negócios Estrangeiros e Cooperação do Malawi, Nancy Tembo, disse que há outros mecanismos de apoio, que não passam unicamente pelo envio de tropas.

Nyusi e Chakwera dirigem, na manhã de sábado, o Fórum de Negócios entre Moçambique e Malawi, evento no qual se prevê a assinatura de acordos bilaterais que vão permitir investimentos em ambos os países.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos