O País – A verdade como notícia

Moçambique considerado um dos grandes produtores de gás no mundo

Formação de pessoas, construção de infra-estruturas e empoderamento das Pequenas e Médias Empresas são medidas urgentes a serem tomadas para melhor se aproveitarem as oportunidades a serem criadas pela exploração do gás no país. Para tal está em criação uma autoridade da indústria extractiva para salvaguardar o interesse nacional.

Temas sobre a indústria de petróleo e gás estão em discussão na Cidade de Maputo, na quarta Cimeira e Exposição de gás numa altura em que o país é já tomado como um grande potencial produtor de gás no mundo e corre contra o relógio para melhor reter os ganhos a serem gerados pela indústria de petróleos. O primeiro painel, que debateu o tema “Os últimos desenvolvimentos no conteúdo local em Moçambique”, apontou a formação de capital humano como prioridade máxima para Moçambique.

Atenta a questões relativas ao Conteúdo Local está a Confederação das Associações Económicas, CTA, que anunciou uma série de acções para assegurar o interesse nacional, com destaque para a criação, num futuro breve, de uma Autoridade da Indústria Extractiva.

A fraca capacidade técnica e financeira das Pequenas e Médias Empresas é um problema já identificado, para o qual avançam-se inúmeras saídas, entre as quais a promoção de ligações entre si.

Foi orador, no primeiro painel, também o Director-geral da Energy Resources Consultancy, que falou da necessidade do Governo providenciar infra-estruturas de qualidade, assim como defendeu que melhor do que legislar é desenvolver capacidade de negociação entre os intervenientes na indústria, para lograr sucessos em matérias de conteúdo local.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos