O País – A verdade como notícia

Moçambique conquista mais apoios para sua candidatura a membro de Conselho de Segurança da ONU

A garantia foi deixada por representantes diplomáticos de oito países que foram, hoje, deixar suas cartas credenciais na Presidência da República.

Moçambique está há algum tempo em corredores diplomáticos para conquistar apoio de países no seu objectivo de se eleger a um dos 10 lugares reservados aos membros não permanentes do Conselho de Segurança das Nações Unidas. Hoje, veio a garantia de oito países que pretendem apoiar Moçambique nesse desiderato, são eles Turquia, Portugal, Senegal, Níger, Sérvia, Colômbia, República Checa e a República da Jamaica. “Mais do que mostrar a disposição dos seus respectivos países, mostraram ainda intensão de convencerem outros países com os quais tem boas relações a apoiar Moçambique nessa candidatura, alguns representantes deram, inclusive ideias de como ganharmos esta corrida com um grande número de votos. Estando assim, estamos confiantes que poderemos conseguir alcançar esse objectivo”, esperançou Verónica Macamo, Ministra dos Negócios Estrangeiros e Cooperação.

Durante os encontros, Filipe Nyusi mostrou-se satisfeito com o nível de investimentos feitos no país pela Turquia e Portugal.

“O presidente da República mostrou o seu agrado em constatar que houve evolução rápida na cooperação com a Turquia. Nos dias que correm, este país por ter alcançado o estatuto de um dos maiores investidores estrangeiros de Moçambique. Com o embaixador de Portugal, o Chefe de Estado reiterou as boas relações de amizade entre os dois países e a posição de liderança que este país assume no grupo dos 10 países com maior investimento no nosso país”, descreveu Macamo para depois avançar o conteúdo da conversa com as representantes dos do Níger e Senegal.

“Quanto as embaixadoras desses dois países, o Presidente da República encorajou-as a usarem a missão no país para ajudarem a revitalizar a implementação de instrumentos jurídicos e cooperação uma vez que foram assinados há bastante tempo. Apelou ainda as embaixadoras a empenharem-se mais para a expansão da cooperação, sugerindo outras áreas de cooperação bilateral”, explicou.

Quanto a outros embaixadores, Filipe Nyusi destacou a necessidade de continuarem a aprimorar os instrumentos de cooperação bilateral, tendo ainda mostrado vontade de haver a concretizado o desejo de supressão de vistos para portadores de passaportes diplomáticos e de serviços por parte da contra parte colombiana.

Os embaixadores diplomáticos acreditados, ontem, são Huseyin Avni Aksoy da Turquia, António Manuel Coelho da Costa Moura de Portugal, Safiatou Ndiaye do Senegal, Mariama Seydou do Níger, Goran Vujicic da Sérvia, Pavel Rezac da República Checa, a Alta Comissária da República da Jamaica, Angella Veronica Comfort e o embaixador da Colômbia (cujo nome não apuramos).

Lembre-se que o Conselho de Segurança da ONU é composto por 15 membros sendo 5 permanentes e 10 não-permanentes, que são eleitos para mandatos de dois anos pela Assembleia Geral.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos