O País – A verdade como notícia

Moçambique com saldo positivo no estágio em Portugal

A selecção nacional de futebol de praia terminou o seu programa de jogos de controlo com as equipas portuguesas, antes da partida para Senegal, com um saldo positivo, depois de dois empates e uma vitória.

Se na semana passada, em dois jogos disputados diante do ACD Sótão, conseguiu dois empates, ambos a quatro golos, esta segunda-feira, encerrou a sequência de jogos amigáveis com uma vitória por 6-3 diante do Grupo Desportivo Nazarenos, em partida disputada no Estádio de Viveiros.

Os três jogos, que deviam ter sido quatro, enquadravam-se no estágio pré-competitivo tendo em vista a participação de Moçambique no CAN de Futebol de Praia a realizar-se no Senegal entre 23 e 29 de Maio. Este estágio decorre em Nazaré, Portugal, desde o passado dia 10 de Maio e termina esta sexta-feira, quando a selecção partir para Dakar, no Senegal.

No embate desta segunda-feira, o combinado nacional fez-se à quadra com muita determinação, apostando na velocidade com bola no chão, contra uma estratégia de jogo fixo da turma local. Ao fim do primeiro período, Moçambique saiu com uma vantagem mínima de 1-0, com o único tento apontado por Ramussete Cumbe.

O segundo período começa com o empate dos “Nazarenos” por intermédio de Álvaro, mas a reacção da equipa de Abineiro Ussaca foi imediata com golos de Hélio Mahota e Nelson Manuel repondo a vantagem de Moçambique por 3-1, diferença com que vigorou até ao fim do período.

Já no terceiro e último período, o Grupo Desportivo Nazarenos deu o melhor de si valendo-lhe mais dois golos, ambos apontados por Filipe. Entretanto, a supremacia moçambicana era evidente e Rachid Smith (1), Eusébio Tomas (1) e Nelson (1) alargaram e fixaram a vantagem para 6-3, resultado justo que aumenta os índices de confiança do combinado nacional.

De referir que, nos dois primeiros jogos de controlo realizados na semana passada (terça e quarta-feira), diante da ACD Sótão, que terminaram com o mesmo resultado de 4-4, a selecção nacional enfrentou algumas dificuldades, tendo perdido até por largo tempo, mas a demostrar capacidade de reacção e recuperação física no momento da verdade, algo que satisfaz o seleccionador nacional, Abineiro Ussaca.

 

SELECCIONADOR NACIONAL SATISFEITO COM ESTÁGIO

Aliás, Ussaca fez um balanço positivo destes três jogos da selecção nacional diante de equipas portuguesas de primeira linha daquele país europeu.

“O balanço é positivo. Estamos a conseguir alcançar os objectivos traçados ainda em Maputo, que eram de vir aqui e melhorar alguma coisa da nossa parte que não está muito boa, nomeadamente, os aspectos técnicos, tácticos e físicos e a equipa está a evoluir bastante e isso é notório dia-pós-dia”, disse Ussaca que considera que esta evidência foi ainda mais notória com os jogos de controlo, o que foi “uma mais-valia”, razão pela qual, segundo disse, “estamos bastante felizes com esses aspectos”.

Com o estágio a caminhar para o seu final, Abineiro Ussaca aponta os aspectos defensivos e físicos como os que foram mais melhorados, “razão pela qual, cada dia, assumimos uma evolução melhor”, lamentando o facto de a selecção ter sofrido muitos golos nestes três jogos realizados. “Apesar de termos defrontado equipas com estilo de jogo europeu, nos dois primeiros jogos sofremos quatro golos em cada jogo e, na segunda-feira, sofremos três jogos. Para nós, é um ganho muito grande, atendendo que não há nenhum golo que sofremos de bola em movimento, o que quer dizer que melhoramos defensivamente, e isso nos dá um grande conforto, porque demonstra evolução defensiva”, disse.

Em termos físicos, Ussaca considera que a equipa também evoluiu e assume estar acima dos 90% do esforço, porque, “olhando para aquilo que tem sido o dia-a-dia, a evolução é bastante agradável”, já que o último jogo terminou com os jogadores em boa forma física.

No capítulo da finalização, outro aspecto que preocupava a equipa técnica nacional “nota-se uma melhoria, se considerarmos que, neste jogo com Nazarenos, conseguimos marcar seis golos e isso é muito bom”, disse acrescentando que “ainda falta muito por se fazer nos aspectos ofensivos, porque continuamos a desperdiçar muitas ocasiões de golos que criamos”

A selecção vai realizar mais quatro sessões de treinos em solo português antes de partir, na sexta-feira, para Dakar, Senegal, onde fará a sua estreia no Campeonato Africanos das Nações a ter lugar de 23 e 29 de Maio.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos