O País – A verdade como notícia

Moçambicanos na França preocupados com o terrorismo

O Presidente da República, Filipe Nyusi, manteve, ontem, um encontro com a comunidade moçambicana residente na França, à margem da sua participação na Cimeira sobre Financiamento das Economias Africanas, a ter lugar em Paris, no dia 18 do mês corrente.

No encontro, os cidadãos moçambicanos aproveitaram a ocasião para apresentar as suas inquietações, tendo sido destacados os pontos relativos à situação do terrorismo em Cabo Delgado e o nível da contenção da COVID-19 em Moçambique.

Em resposta às preocupações apresentadas, o PR começou por dizer que “a situação em Moçambique está relativamente estável porque os três poderes (o Executivo, o Legislativo e o Judiciário) estão a funcionar em pleno, apesar de existirem focos localizados em conflito. Mas, afirmo que o nosso projecto de paz em Moçambique está em curso e num bom caminho″.

Nyusi acrescentou que o Governo tem mobilizado recursos para acolher os deslocados, através do apoio humanitário e há inclusive um programa governamental em curso, a Agência de Desenvolvimento Integrado do Norte – ADIN, que visa desenvolver ocupações para as mulheres e jovens e promover o desenvolvimento daquela zona do país.

Relativamente à situação da COVID-19 no país, o Chefe do Estado disse que o Governo continua a fazer de tudo para controlar o surto e evitar o bloqueio total (lockdown) sem, com isso, sacrificar a economia de forma radical.

″Como resultado do aperto das medidas, apesar de não gostarmos de algumas delas, assiste-se, no país, à queda do número de novas contaminações e, principalmente, dos óbitos, e isso é uma vitória para o país″, explicou o Presidente.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos