O País – A verdade como notícia

Moçambicano indicado delegado técnico do Mundial de basquetebol

O moçambicano Abreu Muhimua foi indicado pela Federação Internacional de Basquetebol como delegado técnico do Campeonato do Mundo de sub-19, prova que decorre na Letónia. Muhimua já esteve em duas edições dos Jogos Olímpicos, entanto que árbitro.

Nado em Nampula, e ainda imberbe, apaixonou-se pela modalidade que o projectou ao nível Mundial. E sempre didáctico.

Quando entrou no basquetebol internacional, as fronteiras quebraram-se. Passou a ser Abreu Muhimua do Mundo. Passou a ser um servidor do basquetebol mundial. As presenças nos Jogos Olímpicos de Atenas, Grécia, em 2004, e Pequim, China, em 2008, assim como a sua nomeação para o Mundial do Japão, em 2006, provam-no.

E, após retirar-se das quadras com uma carreira invejável, não deixou de servir a modalidade pela qual tem grande paixão. É por isso que continua a merecer a confiança da Federação Internacional de Basquetebol (FIBA) que o nomeou delegado técnico do Campeonato do Mundo masculino da categoria sub-19, prova cujo pano cai domingo na Letónia.

Aliás, esta não é a primeira vez que Muhimua marca presença numa prova de grande dimensão como delegado técnico.

Em 2019, na Tailândia, é indicado delegado técnico do Campeonato do Mundo de basquetebol feminino SUB-19, competição na qual Moçambique esteve representado pela primeira vez na sua história. E, para quem se estreava, nada mau em termos de exibições e indicações para o futuro.

Muhimua começou a apitar m 1984, na província de Nampula. Ao longo da sua brilhante carreira, apitou jogos da final das mais importantes competições de África, nomeadamente “Afrobasket’s” masculino e feminino, Taça dos Campeões Africanos em ambas categorias eliminatórias para os Jogos Olímpicos e Mundial.

Muhimua conta, no seu currículo, com participações nos “Afrobaskets” de Marrocos, Abuja, Argélia, Angola, Líbia, Madagáscar.

Mais: fez parte de uma lista restrita de árbitros que dirigiram jogos da Copa Diamante, em 2008, assim como as Universidades Mundiais da Coreia do Sul.

Uma coisa é certa e prova a sua grandeza! Abreu Muhimua dirigiu jogos de grandes estrelas da NBA nas olimpíadas, mas nunca deixou de olhar para a formação como elemento importante para o crescimento da modalidade da bola ao cesto.

De tal forma que, em 2019, “marcou faltas” a um grupo de jogadores com um perfil muito mais baixo ao apitar uma partida em femininos de quinta e sexta séries na Powell Middle School.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos