O País – A verdade como notícia

MITESS suspende 28 trabalhadores ilegais em Inhambane

O Ministério do Trabalho, Emprego e Segurança Social (MITESS) suspendeu, através da Inspecção Geral do Trabalho, 28 trabalhadores estrangeiros que se encontravam a trabalhar em Inhambane, sem a devida observância dos princípios legalmente estabelecidos pela legislação vigente no país, relativa às normas de contratação de mão-de-obra estrangeira.

Um comunicado do MITESS refere que a brigada de Inspectores aferiu a condição laboral de 107 trabalhadores, destes, 28 foram suspensos nas empresas subcontratadas pela Sasol por não possuírem qualquer documento de permissão de trabalho, enquanto 79 apresentaram comunicação de curta duração e podem continuar a trabalhar até o esclarecimento dos factos.

Os 28 trabalhadores suspensos, de nacionalidades indiana, tanzaniana, indonésia, sul-africana, canadiana, queniana, romena e britânica estavam a seviço das empresas, Weatherford Services and Rentals, Limitada (13), Remote Site Solutions (01), Stream Flo, Limitada (05), Expro Gulf, Limitada (09), todas sediadas em Temane, no distrito de Inhassoro.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos