O País – A verdade como notícia

Misau e OMS lançam inventário sobre sector da saúde

O Ministério da Saúde (MISAU) e a Organização Mundial da Saúde (OMS), formalizaram a realização do 2º Inventário de Infra- estruturas, Recursos Humanos, Equipamentos e Serviços de Saúde em todo o país, com uma duração de seis meses, com a assinatura, esta sexta-feira, de um memorando de entendimento.

De acordo com um comunicado enviado à nossa redacção, o inventário irá cobrir todas as unidades sanitárias nomeadamente (hospitais, centros de saúde, farmácias, laboratórios, depósitos de medicamentos, instituições de formação, instituições de pesquisa) do país, totalizando mais de 1626 do Serviço Nacional de Saúde (SNS) e cerca de 1672 do sector privado e vai envolver 136 técnicos de saúde distribuídos em 26 equipas.

“O inventário será feito com base na metodologia “Service Availability and Readiness Assessment (SARA), uma metodologia desenvolvida conjuntamente pela OMS e pela Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID). O exercício que vai decorrer em Moçambique denomina – se SARA – Plus, porque para além das Unidades Sanitárias vai abranger também o inventário às infra-estruturas de saúde como farmácias, laboratórios, depósitos de medicamentos, instituições de formação, instituições de pesquisa”.

O objectivo do SARA-Plus é gerar informação actualizada sobre a prestação dos serviços de saúde, em particular os serviços da saúde sexual e reprodutiva, a disponibilidade de recursos humanos, infra-estruturas, equipamentos, artigos médicos, medicamentos, bem como a prontidão das unidades sanitárias em fornecer esses serviços de saúde.

De acordo com os membros do Comité Executivo do Sara – Plus o processo preparatório para o início do inventário está a decorrer como o planificado, tendo revelado que a partir do próximo dia 26 de Março vai iniciar a formação de 80 inquiridores provinciais, com uma duração de 15 dias. O início da colheita de dados no campo está previsto para o próximo dia 9 de Abril em todo o território nacional.

O Memorando de Entendimento foi assinado pela Directora Nacional de Cooperação e Planificação no MISAU, pelo Director do Instituto Nacional de Saúde (INS) e pela Representante da OMS em Moçambique. O mesmo conta com o financiamento do Governo do Canadá e com a assistência técnica da OMS.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos