O País – A verdade como notícia

MISAU diz que oito mortes em seis mil casos de cólera depois do Idai é um dado histórico

Oito pessoas morreram dos mais de seis mil casos de cólera detectados em Sofala depois da passagem do ciclone Idai. De acordo com o Ministério da Saúde este dado é histórico, entretanto ainda há muito por fazer no Sector da Saúde para dar uma melhor resposta em caso de ocorrência de desastres naturais.

No início de 2015 houve cheias no país nas regiões Centro e Norte. O Sector da Saúde foi um dos mais afectados, tendo sido destruídas unidades sanitárias, casas de funcionários, perda de equipamento médico-hospitalar, medicamentos e mobiliário, um ano depois veio o fenómeno El-nino que também deixou marcas no sector. Mas nenhuma dessas experiências foi suficiente para prevenir os danos causados pela passagem do ciclone Idai, em Março deste ano no centro do país. Pouco mais de 1 milhão de pessoas foram afectadas, 1500 ficaram feridas, e 600 pessoas morreram. Mas nem tudo correu mal, durante a resposta do sector da Saúde, durante e depois do Idai.

E do Idai também foram tiradas lições que vão contribuir para melhorar a actuação do sector da Saúde em situações de emergência.

E foi em resposta aos ciclones Idai e Kenneth que cerca de 2.2 milhões de doses de vacina contra cólera foram mobilizadas e campanhas de vacinação arrancaram em menos de três semanas nas regiões afectadas, o que é apontado como um marco positivo. Neste momento, o Ministério da Saúde está a trabalhar num Plano Nacional de Acção de Segurança Sanitária, que poderá ser debatido e aprovado nos próximos meses.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos