O País – A verdade como notícia

Ministro do Interior garante que Junta Militar está confinada e em defesa passiva

O Ministro do Interior garantiu, este sábado, na cidade da Beira, que a Junta Militar da Renamo está confinada e em defesa passiva e notificou que parte dos seus integrantes continuam a juntar-se ao processo de Desmilitarização, Desmobilização e Reintegração (DDR).

“Eu palmilhei, nos últimos dias, a estrada nacional número um aqui, em Sofala, assim como as zonas que, outrora, foram atacadas várias vezes pela dita Junta Militar da Renamo, tendo tido a oportunidade de dialogar com várias unidades especiais ali estacionadas. Constatei, com muita felicidade, que a vida já retornou à normalidade, havendo circulação de pessoas e bens. É uma prova de que as acções que estamos a realizar confinaram os elementos da chamada Junta Militar, estando, pois, numa defensiva passiva. Este sucesso conta com a colaboração da população”.

Miquidade que, nos últimos cinco dias, trabalhou em Sofala, afiançou, igualmente, que o Governo tem estado a articular, de forma contínua e pacífica, com os elementos da Junta Militar que se mostram disponíveis para aderir ao DDR.

“Estamos a ter bons resultados. É o que nós queremos. Juntar todos os moçambicanos no sentido de convivermos sem armas na mão. Eles devem juntar-se ao DDR e juntos construirmos uma paz sólida”.

O Ministro do Interior falava à imprensa depois de proceder ao lançamento da primeira pedra para a construção de uma infra-estrutura de raiz e resiliente de dois andares dos Serviços Provinciais de Identificação Civil de Sofala, que, desde independência nacional, têm funcionado em edifícios arrendados. As obras estão orçadas em cerca de 74 milhões de meticais, fundos disponibilizados pelo Governo e deverão terminar em meados do próximo ano.

Ainda este sábado, Miquidade entregou meios circulantes a diversas unidades e sub-unidades da sua corporação.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos