O País – A verdade como notícia

Ministro das Finanças do Qatar detido por abuso de poder

O ministro das Finanças do Qatar, Ali Cherif al-Emadi, está detido por abuso de poder e desvio de fundos públicos, anunciaram hoje os media locais.

“O procurador-geral ordenou a detenção do ministro das Finanças, Ali Cherif al-Emadi, para o interrogar sobre informações de crimes ligados ao serviço público envolvendo danos em relação a fundos públicos, abuso de função e abuso de poder”, referem os meios de comunicação locais.

A agência noticiosa oficial QNA, citada pela Lusa, referiu que foi aberto um inquérito, sem dar mais pormenores.

Al-Emadi assumiu o Ministério das Finanças em 2013. É igualmente presidente do Conselho de Administração da companhia aérea nacional Qatar Airways e do banco comercial Qatar National Bank.

Embora já tenha havido prisões de pessoas de alto nível em casos de corrupção, no Qatar, fontes oficiais indicaram, segundo a agência France-Presse, que Al-Emadi é a mais proeminente a enfrentar tais acusações durante o reinado do emir xeque Tamim ben Hamad Al-Thani.

Um diplomata no Qatar declarou à AFP que “é sempre bom ver os governos respeitarem as suas leis e reprimirem a corrupção e os abusos de poder”.

“É óptimo, mostra que o Qatar leva a corrupção a sério e isso ajuda na imagem do respeito pelo Estado de Direito”, considerou um outro diplomata em Doha.

Rico em gás, o Qatar é um dos mais pequenos Estados árabes, com uma população de 2,8 milhões de habitantes, a maioria estrangeiros.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos