O País – A verdade como notícia

Ministério Público do Brasil quer investigar violações de direitos humanos na Copa América

O Ministério Público Federal (MPF) do Brasil sugeriu, na segunda-feira, uma investigação de possíveis violações de “direitos humanos” que envolvam a realização da Copa América de futebol no país, prevista para começar no domingo.

Nesse sentido, segundo escreve o “Notícias ao minuto” a Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão (PFDC) encaminhou um ofício aos procuradores regionais dos Direitos do Cidadão dos estados de Goiás, Mato Grosso, Rio de Janeiro e São Paulo, envolvidos, directa ou indirectamente, na Copa América.

A PFDC pediu “uma acção coordenada voltada à investigação de eventuais práticas que violem, especialmente, os direitos à vida e à saúde, por parte de organizadores, transmissoras e patrocinadoras do evento”.

O Procurador Federal dos Direitos do Cidadão, Carlos Alberto Vilhena, sugeriu à unidade do MPF no Rio de Janeiro a investigação de actos praticados pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), pela Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol), pelas empresas patrocinadoras do evento (Mastercard, Ambev, Latam, Semp TCL, Diageo, Kwai, Betsson e TeamViewer) e pelos Governos estaduais e municipais.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos