O País – A verdade como notícia

Mineração rende receitas para Namanhumbir

Os cofres do governo distrital de Montepuez, em Cabo Delgado, receberam 6.128,7 mil meticais, o correspondente a 2,75 por cento das receitas decorrentes da extracção e comercialização de rubi pela Montepuez Ruby Mining.

De Acordo com a AIM, outros valores foram transferidos, este ano pelo Ministério da Economia e Finanças, para as províncias onde se localizam projectos de exploração de recursos minerais, a fim de financiarem empreendimentos de desenvolvimentos socioeconómicos das comunidades locais.

Nesse contexto, para o distrito de Larde, na província de Nampula, terão sido canalizados 2.160,0 mil meticais, correspondentes aos 2,75 por cento resultantes da exploração das areias pesadas em Larde-Topuito. Por sua vez, da exploração de carvão mineral em Moatize, em Tete, a região de Cateme terá beneficiado de 1.915,0 mil meticais; igual valor para a aldeia ”25 de Junho”; e 1.915,0 mil para a região de Chipanga II; bem como 647,4 para a região de Benga. Para Inhambane foram transferidos 1.477,4 e 6.600,7 mil meticais pela exploração do carvão mineral e gás natural em Govuro-Pande e Maimelane, respectivamente.

No caso específico de Namanhumbir, a administradora distrital de Montepuez, Etelvina Fevereiro, disse que o dinheiro será aplicado na construção de infra-estruturas socioeconómicas, tais como salas de aula, regadios comunitários e represas, florestas comunitárias, mercados, estradas e pontes.
 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos