O País – A verdade como notícia

Mineiros moçambicanos só podem renovar contrato mediante rastreio da tuberculose

Os moçambicanos que trabalham nas minas da África do Sul só podem renovar os contratos de trabalho mediante o rastreio da tuberculose.

O Ministério de Saúde instalou um posto de controlo na fronteira de Ressano Garcia, para o rastreio da tuberculose em todos moçambicanos que atravessam para a África do Sul, avança o Notícias ao Minuto.

"Há uma alta incidência de tuberculose nas comunidades de proveniência dos trabalhadores mineiros, especialmente trabalhadores das minas de ouro da África do Sul", afirma uma fonte citada pelo Notícias ao Minuto.

Mas de 27 mil mineiros moçambicanos trabalham na África do Sul e voltam ao país de origem uma vez por ano para a renovação dos contratos de trabalho.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos