O País – A verdade como notícia

Miguel Díaz-Canel acusa Trump de esfriar relações com Cuba

O Presidente cubano, Miguel Díaz-Canel, diz que com a   chegada de Trump ao poder as relações que tinham sido restabelecidas no mandato de Barack Obama registaram um recuo.

"Queremos diálogo mas tem de ser entre iguais e que nos respeite, e que a nossa independência e soberania não sejam condicionadas porque não aceitamos imposições e não estamos dispostos a fazer concessões", disse Díaz-Canel.

O estadista cubano diz que os Estados Unidos querem impor o neoliberalismo na América Latina.

"Os norte-americanos não querem que Cuba se repita em outros pontos da América Latina" disse o presidente cubano, que acusa Trump de estar a "pressionar os povos" da região através de estratégias políticas e económicas como a "implementação" de "posições que são contrárias à Venezuela", disse Díaz-Canel em entrevista à Telesur, citado pelo Notícias ao Minuto.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos