O País – A verdade como notícia

Mia Couto diz que é preciso resolver desconhecimento que moçambicanos têm de Moçambique

O escritor moçambicano, Mia Couto, sugere que as universidades apostem em pesquisas que falem do país, para que a história não seja manipulada. Mia Couto diz que é preciso resolver o desconhecimento que os moçambicanos têm de Moçambique.

Desafios da pesquisa no contexto actual do Ensino Superior em Moçambique foi o tema da aula de sapiência, proferida pelo escritor Mia Couto, na manhã desta quarta-feira, na Universidade São Tomás de Moçambique. Couto começou por destacar que a humildade é o maior instrumento de pesquisa. Porque só assumindo que não se sabe, é que se pode saber mais. E é esse exercício que julga necessário em Moçambique.

Para o escritor, a pesquisa não vai bem em África, nem em Moçambique uma vez que há pouca produção e dependência de fundos externos.

E porque estava numa universidade, Mia Couto usou a ocasião para criticar o que chamou de invisibilidade de pesquisa.

Aos jovens, que compunham maioritariamente a plateia, Mia Couto desafiou-os a questionar e contestar a realidade para que sejam capazes de produzir novos saberes. E deixar de pensar que para chegar onde pretendem precisam ser filhos de pessoas influentes ou serem desonestos.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos