O País – A verdade como notícia

Mety Gondola sugere paralisação da obra na rua de Marrere em Nampula

Foto: O País

A Zac Construções está a fazer obras de reconstrução na rua de Marrere sem o estudo geotécnico que havia sido omisso. O secretário de Estado sugeriu a paralisação dos trabalhos e disse que vai encaminhar o assunto à Procuradoria.

O assunto da rua de Marrere continua na ordem do dia e desta vez foi o secretário de Estado a ir ao terreno, juntamente com o elenco do Município de Nampula. Mety Gondola sabia que a obra tinha avançado sem o estudo geotécnico que devia orientar o tipo de engenharia a ser empregue em várias secções e surpreendeu-se com o avanço das obras de reparação sem a realização desse estudo, pelo menos para a parte severamente danificada pela chuva. Em face disso, sugeriu ao Município a paralisação da obra para dar lugar, primeiro, a esse estudo que se mostra crucial.

A estrada, com extensão de 1km, é do Município de Nampula que tem autonomia para decidir os seus projectos, sendo um governo local eleito, mas Paulo Vahanle mostrou-se alinhado com o Secretário de Estado. Até porque Mety Gondola já havia avisado logo após à passagem da depressão tropical ANA que devia se responsabilizar os empreiteiros desonestos. Neste caso, a Zac Construções entra na lista.

De resto, a Zac Construções nunca tinha feito obras desta magnitude, sendo que a sua experiência é de pavimentação de ruas de até 500 metros no Município de Montepuez.

Lembre-se que a asfaltagem da rua de Marrere custou ao Município de Nampula 40 milhões de meticais e um mês depois da sua abertura ao trânsito ficou parcialmente destruída, depois de uma forte chuva que caiu.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos