O País – A verdade como notícia

Metade das salas de aula no país está em zonas de risco

Moçambique é um país vulnerável para a ocorrência de calamidades naturais que destroem muitas infra-estruturaras e o sector da educação tem sido dos mais afectados.

Em média, 600 escolas são destruídas anualmente em todo o país devido às calamidades naturais. Segundo um estudo de 2015, do Programa das Nações Unidas para os Assentamentos Humanos, UN-Habitat, das 63 mil e 551 salas de aula do país, 50 por cento estão localizadas em zonas propensas a calamidades naturais. 

O treinamento das comunidades e empreiteiros para construir salas de aulas resilientes às calamidades naturais é uma das apostas para reverter a perda de infraestruturas. 

Como forma harmonizar as estratégias para mitigar este fenómeno, membros do sector da educação participaram no seminário sobre Gestão de Risco de Calamidades Naturais nas Escolas. 
Na província de Inhambane, das 200 salas de aula que serão reconstruídas com base em matérias resilientes a calamidades naturais, 70 por cento já estão concluídas. 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos