O País – A verdade como notícia

Menete diz que subsídios pagos pela EDM violam princípios de ética

O antigo bastonário da Ordem dos Advogados, Flávio Menete, defende que os valores recebidos fora do câmbio do Banco Central são indevidos e devem ser devolvidos.

Menete considera que a decisão da EDM em pagar os subsídios aos seus colaboradores, a uma correspondência de 75 meticais por dólar, sendo que antes o pagamento era mesmo em moeda estrangeira foi um erro. Rebate o argumento segundo o qual o objectivo dos subsídios, na sua génese, era de reter os quadros da empresa.

“Só com dólar é que se pode reter? Pode-se reter com metical”, defende.

Ademais, diz que a gestão da EDM viola a lei, porquanto não se mostra ser uma gestão de boa-fé e que obedece à ética.

Sobre o câmbio de Fevereiro, que foi a base apontada pela EDM para pagar os subsídios a 75 meticais por dólar, Menete diz faltar bom senso.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos