O País – A verdade como notícia

Melita Matsinhe estreia-se em livro com “Ignição de sonhos”

A Fundação Fernando Leite Couto e a Cooperação Austríaca para o Desenvolvimento vão realizar a sessão de apresentação pública do livro “Ignição de Sonhos”, esta quinta-feira, às 18h00, na sede da Fundação Couto. A obra será apresentada pelo académico Nataniel Ngomane.

Trata-se de uma obra de estreia da artista Melita Matsinhe. Reúne poemas escritos nos últimos cinco anos. Melita Matsinhe é activista cultural, tendo colaborado no Movimento Café com Livro. Foi nesta agremiação que se consolidou a sua vontade de se afirmar nas letras. Melita participou em diversas sessões literárias, desde debates, saraus e oficinas de poesia havidas na Fundação Fernando Leite Couto. Ela teve a tutoria dos escritores e poetas Mia Couto e Luís Carlos Patraquim.

Prefaciando o livro, o poeta Luís Carlos Patraquim revela-nos sobre “Ignição de Sonhos” «Livro de estreia, há nele hesitações, por vezes realizações fulgurantes, sínteses que confirmam o empenho da autora num trabalho poético que existe de par com a sua condição de música e de compositora. Do intervalo de silêncio que a define, à música, na percussão que anuncia o tempo, Melita Matsinhe quer juntar o «arco e a lira».

Melita Matsinhe, que também bebe na poesia em língua castelhana e nos ritmos e saberes e na poiesis que há por dentro das línguas moçambicanas, onde cabe o português, ensaia com este livro de estreia, um novo empíreo. Pressentimos os seus deuses, revela-nos quando esconde, ironiza, invoca. O sonho há-de chegar.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos