O País – A verdade como notícia

Médicos Sem Fronteiras alertam para traumas psicológicos graves em deslocados de Cabo Delgado

Foto: Notícias ao Minuto

A organização Médicos Sem Fronteiras (MSF) alertou hoje para a existência de transtornos e traumas graves entre as populações deslocadas devido ao conflito armado na província de Cabo Delgado, destacando a necessidade do reforço do apoio a projectos de assistência psicossocial.

De acordo com Sérgio Cabral, médico coordenador da ONG, citado pelo Notícias ao Minuto, “a situação é grave porque estas são pessoas vítimas de uma violência extrema que é a guerra”.

Dados oficiais indicam que existem no país mais de 800 mil deslocados dos distritos do norte da província nos últimos quatro anos de conflito armado em Cabo Delgado.

“Eles têm de morar em acampamentos improvisados, por vezes sem condições de água e saneamento. São vários transtornos psicológicos acumulados”, explicou Sérgio Cabral, acrescentando que, embora sejam pessoas “muito resilientes e fortes psicologicamente”, as populações estão gravemente traumatizadas.

Para Sérgio Cabral, a reconquista de alguns pontos da província, a sua reconstrução, assim como a normalização da situação nos últimos tempos, poderão ajudar as pessoas a recomporem-se dos traumas causados pelos ataques armados naquele ponto do país.

Outro problema levantado pelos Médicos Sem Fronteiras é “a malária que está entre os principais desafios das populações, com os números a mostrarem quase 30 mil casos confirmados de um total de 80 mil consultas feitas pelas clínicas móveis da MSF nos últimos seis meses”,

“No caso da malária, Moçambique estava diminuindo a incidência nos últimos tempos. Mas no ano de 2021 houve uma subida dos casos do que nos anos anteriores. Com essa violência armada, com toda essa guerra e o deslocamento de pessoas, além das condições precárias nos acampamentos, isso afectou o serviço preventivo, que é muito importante para conter a doença”, disse o responsável citado pelo Notícias ao Minuto.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos