O País – A verdade como notícia

Médicos estrangeiros iniciam campanha de combate ao cancro no país

Um grupo de médicos e especialistas, provenientes dos Estados Unidos da América, Brasil, Colômbia e Tailândia, inicia, esta segunda-feira, uma campanha para operações do combate ao cancro em Moçambique.

Baseados no MD Anderson Câncer Center, Rice University, Stanford University, Chulalongkorn University, Hospitais de Câncer de Barretos, Albert Einstein, Hospital Santa Casa da Misericórdia de Porto Alegre, Instituto Brasileiro de Controle de Câncer, os especialistas deverão realizar cirurgias na área de ginecologia e na mama.

Um comunicado de imprensa do Hospital Central de Maputo, citado pela AIM, indica que os médicos deverão, igualmente, formar os profissionais de saúde do país em oncologia, cirurgia do colo do útero e da mama, colposcopia, bem como no tratamento de lesões pré-malignas do cancro do colo do útero.

A equipa, composta por 15 especialistas, vai ainda efectuar o seguimento do projecto de pesquisa do papiloma vírus humano no Hospital Geral de Mavalane, na capital do país. Segundo a nota, os médicos deverão “realizar diversas palestras e temas didácticos”.

As actividades deverão realizar-se nos Hospitais Central de Maputo e Beira, Geral de Mavalane, e Provincial da Matola.

Esta é a 15ª missão em Moçambique nesta área, tendo a primeira sido realizada em 2014, por membros das mesmas instituições.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos