O País – A verdade como notícia

MDN poderá participar na reconstrução das zonas libertadas em Cabo Delgado

Foto: O País

Depois da luta armada contra o terrorismo em Cabo Delgado, o Ministério da Defesa de Moçambique poderá participar na reconstrução das zonas destruídas pelo grupo armado, que nos últimos quatro anos deixou alguns distritos do norte da província quase em ruínas.

A intenção foi manifestada pelo Ministro da Defesa, Jaime Neto, durante a cerimónia de encerramento do nono Curso de Prestadores de Serviço, realizado esta terça-feira no Centro de Instrução Básica de Montepuez.

“Estando em curso operações militares contra os terroristas, estejam preparados para apoiar na prestação de assistência à população no seu regresso às zonas de origens, assim como na limpeza das aldeias e vilas destruídas pelas acções terroristas nesta província. A nossa expectativa é de ver cada um de vós a participar nas actividades de reconstrução das vilas e aldeias destruídas pelos terroristas,” disse Jaime Neto, Ministro da Defesa.

Entretanto, além da ajuda na reconstrução das zonas libertadas em Cabo Delgado, o Ministro da Defesa Nacional apelou aos prestadores dos serviços cívicos de Moçambique, a tornarem agentes de vigilância e de disseminação de mensagens de paz.

“Devem igualmente assumir a vanguarda na difusão da mensagem de paz e da cultura de trabalho, nas unidades onde irão desempenhar as vossas actividades e nas comunidades,” apelou Jaime Neto.

O nono curso de prestadores dos serviços cívicos de Moçambique, que decorreu no Centro de Instrução e Formação de Montepuez, no sul de Cabo Delgado, começou em Maio deste ano e teve a duração de cerca de cinco meses.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos