O País – A verdade como notícia

Maputo Sul falha conclusão de cinco acessos da margem norte da ponte

A construtora da Ponte Maputo – KaTembe, Maputo Sul, voltou a falhar os prazos de conclusão das obras. A proprietária da obra tinha prometido para 31 de Julho a conclusão dos acessos localizados na zona da Malanga, entretanto, no tereno, ainda é possível encontrar máquinas a roncar, o que contraria a promessa feita há um mês pelo PCA da Maputo de Sul, Silva Magaia de que as obras dos acessos à Ponte estariam concluídos até esta terça-feira.

No local, O País não só testemunhou o atraso das obras, como também conversou com alguns operários que garantiram que ainda há muito trabalho por fazer nos acessos à ponte, como a finalização das laterais das faixas de rodagem, a sinalização horizontal e a colocação da segunda e última camada do asfalto.

Há um mês, a Maputo Sul disse que a conclusão desta rampa estava dependente da transferência de duas famílias com as quais a Maputo Sul ainda estava a negociar os valores das compensações.

Esta terça-feira, O País contactou as famílias para saber do estágio das negociações, mas estas não aceitaram gravar entrevistas. A equipa de reportagem apurou que as negociações estavam difíceis, pois a Maputo Sul pretende pagar 200 mil meticais por cada família, valor considerado insignificante.

Contactado pelo O País, o PCA da empresa Maputo Sul mostrou-se indisponível para gravar entrevista.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos